3 ene. 2009

B´NAI B´RITH DO BRASIL: ISRAELENSES E PALESTINOS TÊM DIREITO À PAZ!


nota repassada:

A B´nai B´rith do Brasil lamenta o sofrimento imposto pelo grupo terrorista Hamas às populações civis israelenses e palestinas.

A B´nai B`rith do Brasil também lamenta a hipocrisia e unilateralidade dos que se beneficiam do desconhecimento e dos interesses imediatos de alguns, inclusive de governos, para fomentar a discórdia e a desunião, prejudicando todo e qualquer esforço de se conseguir uma PAZ justa, duradoura e respeitosa, para todos.

Israel retirou-se, em 2001, da Faixa de Gaza na esperança de caminhar rumo à paz. Ledo engano, Apenas em 2008, 3000 foguetes Quassam foram disparados contra civis israelenses, a partir da Faixa de Gaza, sob o comando da organização terrorista Hamas.

O Hamas foi escolhido numa eleição palestina realizada em um momento histórico de muita confusão no emaranhado dos grupos de liderança regional.

Em vez de oferecer uma opção de vida respeitosa aos seus eleitores, ofereceu o terror e a dominação imposta pela interpretação fundamentalista do Islã.

Mais de 250 mil israelenses – crianças, jovens, idosos, homens e mulheres – vivem sob constante terror na região próxima à Gaza, imposto pelas ações do Hamas. São judeus, cristãos, árabes, drusos, dia e noite sob a mira dos mísseis e foguetes, que se tornam cada vez mais potentes, colocando mais cidades e civis em risco.

Israel não teve escolha. Mais uma vez, teve que se empenhar numa guerra para defender os seus cidadãos. Fato que todo governo tem a responsabilidade de cumprir, ainda mais sendo um país democrático e de plenos poderes de cidadania ativos e presentes.

Israel tem o direito, o dever e a responsabilidade de defender a sua população.

Todos os povos e cidadãos, inclusive Palestinos e Israelenses, têm direito à PAZ!

A situação transcende as ações regionais, que são foco da atenção dos Governos, populações e mídia. Há sim, no fundo da questão, uma longa e importante luta pelo poder no mundo islâmico. De um lado os governos sunitas: no Egito e Arábia Saudita. De outro, os xiitas, do Irã e da Síria, apoiando o Hamas e o Hezbollah. Os primeiros apóiam, mesmo com as suas limitações e exigências, a via da negociação e a busca da paz, os segundos o uso da força e a destruição de Israel, abrindo caminho para a imposição do Islã, não só na região, mas para todos os `infiéis` que eles puderem subjugar.

Gerações alimentadas do ódio só levarão a mais violência.

É preciso que as pessoas sejam esclarecidas, que os governos e a sociedade civil organizada que busca a PAZ, PROSPERIDADE e HARMONIA entre todas as etnias, religiões e culturas de nossa ampla diversidade, sejam capazes e tenham coragem para dar um basta, diplomaticamente, para todos, inclusive e especialmente às lideranças fundamentalistas islâmicas, que, ao invés de fomentar o ódio, a violência e todo o tipo de manifestações. busquem promover a educação para a Democracia e Cidadania, com liberdade e responsabilidade.

Só assim, teremos um caminho que nos conduzirá ao Direito à PAZ para todos, com a convivência Fraternal e Harmoniosa entre os dois Povos e os dois Ertados: Israel e Palestina.

Abraham Goldstein
Co-Presidente da B`nai B´rith do Brasil


1 comentario:

Anónimo dijo...

Segui o link que você deixou no orkut..Olha só uma coisa: você não foi muito feliz colocar a Bnai Brit Aqui...Cara este tal de Abraham Goldstein uns meses atras chamou seu Partido de anti semita. E ai ,o que você me responde?O tipo de defesa que eu renego e tenho até vergonha. É um reacionário, é mais um dos milhares de alienados que esqueceu-se de suas origens junto a massa de pobres e história como vítima e não como algoz. Concordo com você quando leio tanto alarde por causa da declaração do PT, para mim é palhaçada mesmo de um bando de classistas que tem mesmo é asco por este governo, e não é pela ideologia...

No mais cara não posso concordar com isto. Israel tem seu direito de existir, eu mesmo poderia fazer alyá, mas aqui ou lá, não posso concordar. É um massacre. Hoje até comboio da Onu levou tiro!O absurdo !

Fica na Paz!

Marcos