13 ago. 2009

O que fazer ao pensar em ti?

O que faço em Manila ?minha versão.
Não deveria pensar em ti
Amanheceu de novo
E passa o tempo assim
As vezes fico triste
E pergunto o que a vida vai fazer de mim...

Es princesa
Teus sonhos te levam tão longe
Um dia serás rainha
Somente ainda estas sem trono
Tens a descobrir um reino
Mas tens nobreza
Eu ,sou apenas plebeu

Jamais, nem em sonho serei príncipe
Quiza ,sirva como o bobo da corte
Meu cavalo branco que não mais tenho foi um pangaré velho
Que morreu no passado
Caminho hoje a pé, sem qualquer carruagem
Talvez apenas sirva
Para ser seu motorista
E apenas assim vê-la
Isto se um dia você quiser

As vezes trocamos sorrisos
E mesmo até palavras
Mas e tudo tão distante
Porque quando chegar perto
Não sou nada

Eu me calo
Tenho medo de que vá fugir de meu abraço
Minha origem mesmo em muito e um amontoado
Um mundo cinza a que pertenço e não pertenço
Gostaria de encontrar as cores
E a mais bela a ofereceria todos os dias

Vamos brincar que esta tudo bem
Ate quando eu me machucar de verdade
Neste meu pais desolado
Eu falo de distante ,
Com a princesa em sonhos ao meu lado
E quando me ver,estarei perdido
Voce não ira por mim perguntar
Você já estará em outros braços

Mas deixa me sorrir no meu papel
de plebeu encantado
Eu que reneguei toda nobreza com minha ingenuidade
Daria um mundo que noutro tempo existíssemos
Nos dois apenas
Sem que eu apenas fosse um pobre palhaço

No hay comentarios.: