7 dic. 2008

Secreções Rádio-digestivo-emocionais

Vidas Marranas- compósito de ideias e secreções lirico-socialistas-,suburbano-kafkianas e historico-judaicas... a apenas umas quatro rotaçoes no vinil por minuto.

I)
Se você não está bem não se deixe abater
Olhe em volta, estamos juntos
Como tudo deve ser

Eles tocam, nós seguimos sem saber onde vamos dar
O que importa é ir pra longe e esquecer este lugar

Mas os heróis têm duas caras ,e é difícil de acreditar
Que a canção está no fim antes mesmo de começar

Sonhar em ter,bem mais poder
Pra te trazer de lá, o lugar onde te perdi
Te levou de mim
Não quero acreditar só me resta sonhar
Não quero admitir a vida assim

Eu era bem feliz mas tudo agora é de outra forma
Você não está aqui e tudo segue outra norma
Por que o mundo é assim?
Queria rever esta história

Mas meu dia vai chegar
E apagar minha memória
Eu era bem feliz

Mas tudo agora é de outra forma
Por que o mundo é assim?

II)

A melodia ecoa e vem contar o que de outro jeito o tempo ia perder
Sobre os mistérios de além mar tantas cidades ela viu nascer
E outras tantas desaparecer
Que nem castelos pelo ar uma cidade é pedra e cal
Não é carne como o homem é
Um homem pode ser um nobre animal
Os muros não tem fé
Perceba o som que lembra o vento assobiar
Por entre as ruínas que agora dão lugar
Ao que sonhou poder se eternizar
Velha canção que só faz repetir
Pra paredes surdas que não vão sentir
Que existem poucas chances pra arriscar

Uma parede é pedra e cal...
Não é carne como o homem é
A babilônia enfrenta o vendaval
Mas se afoga na maré
A melodia insiste pra te convencer
Que uma parede surda também deve ter
Uma janela aberta em algum lugar
A voz de sempre então vai repetir
E alguns muros hoje vão ouvir
Que está na hora de acordar.

III)
Olhe bem pra mim eu não to legal
Tentei de tudo ah, se eu pudesse eu tentaria mudar
Se quiser me acertar
A hora é essa eu não vou revidar
Só que dessa vez voce quer em silencio gritar
Enche o peito e diz que não da mais
“Oh não, Me deixa ser em paz”

Mas quem se importa?Ninguém se importa
Fazem de conta...Querem o seu melhor

Se quiser me acertar
A hora é essa eu não vou revidar
por que quem se importa?
Ninguém se importa
Fazem de conta , sempre querem o seu melhor

IV)
Você é um filme em mim
Que me faz voar e jurar que já te vi

Tanta luz...Muita luz, pra alguém
Que nem queria ficar, mas nem sair.

Queria ser doutor pra te salvar ,se preciso a vida
Mas pro seu tempo eu sou ,apenas horário de visita


Minha doce dor se esconde por trás de um sorriso
Corrompido, fingido

E Busquei em vão identificar os motivos para não querer te guardar
Penso, dispenso explicações, não controlo meu super-ego
Impossível entender minha tristeza
Já desisti não existe porquê
Sou apenas mais um deprê

Bem do lado interior do coração,mora um forte afeto por você
Bem atrás da casa havia uma linda flor
...
Que você nem viu.

No hay comentarios.: