1 oct. 2011

Shana Tova 5772

Shana Tova pai! setembro 2011

http://www.youtube.com/watch?v=kPakullI1_o
Uma ponte entre as divisoes de dois horizontes distantes...
yaha sheli, Silvana...
http://www.youtube.com/watch?v=DsyCpBeXZ-w
la traducion...

Mi corazón,está en Oriente, y yo en los confines de Occidente.
¿Como gustar de los manjares y disfrutarlos?
¿Cómo cumplir mis votos y mis promesas, si sigue
Sión bajo el poder de 'Edom y yo sometido ?
Me parecerá tan fácil abandonar todo el bien de Sefarad,
como preciado contemplar las ruinas del Santuario destruido.

para mi chai:
http://www.youtube.com/watch?v=KFTmsRE8NN4


Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo...

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente

Não temos tempo a perder...
Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos...

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora

7 jun. 2011

Uma crônica de Fernando Veríssimo.

Prefiro Verissimo a Paulo Coelho. Nada contra, porém Verissimo é bem mais dinâmico.
Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida...
Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:
"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".
No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

- Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ?
- Ainda bem que esse infeliz morreu !

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?

No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo. "SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda".

A Importância da Língua Portuguesa no Mundo Globalizado

Ao contrário dos que muitos pensam, o mundo do novo milênio não será bilíngüe - língua nacional de cada país somada ao Inglês, mas ,sim, trilíngue ou quem sabe até multilingue, com uso de muitos idiomas..E a famosa globalização não ocorrerá somente em torno dos Estados Unidos, que chamamos de superpotência mundial, mas ainda de forma diversa, em torno de grupos econômicos diferentes, sejam regionais ou continentais, como é o caso do MERCOSUL e a União Européia


Um exemplo se dá com a importância do português. No Brasil já são quase 200 milhões de falantes de português. O que faz desse idioma o terceiro mais falado no mundo ocidental, ficando atrás apenas do Inglês e do Espanhol. É importante dizer que a Língua Portuguesa é importante não apenas para Portugal, mas também para todos os demais povos que integram a Comunidade dos Paises de Língua Portuguesa, dentre os quais o Brasil aparece como a nação mais importante, considerando o elevado número de falantes e sua projeção a nível mundial.


Na América do Sul, é candidato a segundo idioma de países de língua hispânica e virou referência nas relações comerciais do Mercosul.


Entre parceiros do Mercosul, é concreta a possibilidade de virar segunda língua oficial. O dado mais recente vem da Venezuela. O governo de Hugo Chávez decidiu incluir a língua portuguesa em 2009, no currículo oficial escolar, como disciplina opcional. A idéia é garantir a adoção da língua portuguesa como primeiro idioma estrangeiro no país.


Como no mundo globalizado há tendência à supranacionalidade, o ensino de língua portuguesa constitui um instrumento de política externa. Com a ampliação do comércio exterior brasileiro, tendência crescente dos últimos anos, o potencial de influência da variante brasileira do idioma só tende a crescer.


Refletir sobre este tema é, portanto, de extrema importância, uma vez que o idioma é o traço principal da união entre Brasil, Portugal e outros países falantes da Língua Portuguesa. A língua do poeta Luis de Camões se tornou de forma intensa, um elemento característico da nação brasileira e veículo de comunicação de uma das mais ferventes e genuínas culturas do mundo atual.


Não deve-se permitir que o moderno Mundo Virtual nos iluda com a imagem de um suposto império da Língua Inglesa. O seu uso no mundo de hoje não substitui de forma nenhuma a função essencial e primordial de fortes línguas nacionais, como é o caso da rica e maravilhosa Língua Portuguesa. É importante cada vez mais a valorização e defesa da língua materna. Afinal preservá-la denota muito mais do que somente zelar pelo falar de um povo, significa defender o que há de mais precioso de uma nação: identidade, costumes, história e até mesmo o futuro.


Armando Aguiar kmkzu2@yahoo.com.br


Vocabulário:


Zelar- cuidar


Ensino- enseñanza


Refletir- pensar a respeito

18 mar. 2011

Poema Enjoadinho- A Alex Israel


Composição: Vinicius de Moraes

Filhos... Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!


Banho de mar
Diz que é um porrete...
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.

E então começa
A aporrinhação:
Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.

Filhos? Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos

Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los...
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!

Chupam gilete
Bebem xampu
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!

22 feb. 2011

Para sempre- de Drummond de Andrade

*7 anos.

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?

Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

A minha mae em descanso.

19 feb. 2011

A Alex...

Do tio Alex Melo, desde Rio de Janeiro Brasil

"Ontem um menino que brincava me falou
que hoje é semente do amanhã...
Para não ter medo que este tempo vai passar...
Não se desespere não, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs...
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar!
Fé na vida Fé no homem, fé no que virá!
nós podemos tudo,
Nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será"

(gonzaguinha)
OBRA-PRIMA

Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor


Você é lindo demais
Perfeito aos olhos do pai
Alguém igual a você não vi jamais
Príncipe lindo demais
Perfeito aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais

Do pai Armando:

Pequeno tesouro
E suave tocar suas maos
Cristal frágil
Parece quebrar se quase ao toque mínimo
Veludo carne orelhinha e dedos
Que parecem papel
cristal jóia pedacinho do céu

Meu filho
Cresça
Conheça o mundo
Não tema o que é seu

Num 2 de janeiro que nublou
Uma segunda feira de sustos
Humilde
Em nossos caminhos
Nada mais que um pequeno e magro pacote de um quilo e gramas
No dia 3 veio em amor e esperança
Te amava ainda no ventre de sua mãe
Chorei quando doeu
Vulnerável o vi
E ainda mais amei
Já tens nome e família
E em mim a promessa de amor eterno
De ti mais de um tanto
Inteiro te necessito

Admiravel mundo novo...

Admirável mundo novo

I

Tem se muitas canções no peito
E muita tristeza antiga
e muita lagrima acumulada
E nunca os braços são suficientes
Com o tempo de emoção em emoção
Vem o amor e
Salva ou explode toda a vida

Encontra se a mulher de toda uma vida
Agora so necessita esperar
Uns meses e definir a vida
Pode ser longa ou curta a jornada
Tem sempre a pílula e o veneno em cada passo
E talvez o anos passem logo,ou talvez que multipliquem se tanto ate o próximo bicentenario

Há um cansaço antigo
Há também um ar novo que respira
De admirável mundo novo
Com as mesmas pedras em meio ao caminho
Mas vê se ao lado e não se esta mais desacompanhado
Frugalidade de vida
Carregando um sentimento de um Atlas
Por sobre os ombros, suportando um mundo

II

Tenho todas as canções em meus olhos
Desde o momento em que um mundo novo as portas abriu
Eu te amo , foi dizer abre te sesamo
E o sol desabrochou
Um pais novo
Baixo um celeste céu límpido
Admirável mundo novo
Agora os dias são mais quentes
Porem o frio também mais intenso
Em que escuto as canções todas
Canções que sonhei a você
Os versos poemas e rimas
As cartas de amor e sofrimentos
E todos meus anos de espera
Não, não digas que eu minto
Não é um amor que reinvento!

Sós meu amor novo
Meu louco amor doce-tenso
As vezes as rimas se repetem
A voz, os olhos e quem toca o poema
Parece o mesmo, mas sou eu, ainda que o mesmo, mas sou ,graças a você, um outro

Obrigado meu amor
meu amor novo, meu amor de antes
meu amor tao antigo e que vejo tao agora...
Por todas canções
As novas melodias
Que me falte talvez trocar estrofes ainda
Por lembranças boas que me faz recordar
Você e minha esperança que não se foi ao oceano
Começo aqui
Com novo rosto e nome,
Com feridas a cicatrizar e novos desafios
uma nova vida
viva este trágico e real, o esperado novo mundo
que dedico a voce que se tornou minha familia...

Quem inventou o amor?

Fevereiro portenho

Quem inventou o amor?
Me explica por favor

Quem inventou o amor?
Me explica por favor

Vem e me diz o que aconteceu
Faz de conta que passou
Quem inventou o amor?
Me explica por favor

Daqui vejo seu descanso
Perto do seu travesseiro
Depois quero ver se acerto
Dos dois quem acorda primeiro

Enquanto a vida vai e vem
Você procura achar alguém.
Que um dia possa lhe dizer:
-Quero ficar só com você

Quem inventou o amor?
Me explica por favor