19 feb. 2011

Admiravel mundo novo...

Admirável mundo novo

I

Tem se muitas canções no peito
E muita tristeza antiga
e muita lagrima acumulada
E nunca os braços são suficientes
Com o tempo de emoção em emoção
Vem o amor e
Salva ou explode toda a vida

Encontra se a mulher de toda uma vida
Agora so necessita esperar
Uns meses e definir a vida
Pode ser longa ou curta a jornada
Tem sempre a pílula e o veneno em cada passo
E talvez o anos passem logo,ou talvez que multipliquem se tanto ate o próximo bicentenario

Há um cansaço antigo
Há também um ar novo que respira
De admirável mundo novo
Com as mesmas pedras em meio ao caminho
Mas vê se ao lado e não se esta mais desacompanhado
Frugalidade de vida
Carregando um sentimento de um Atlas
Por sobre os ombros, suportando um mundo

II

Tenho todas as canções em meus olhos
Desde o momento em que um mundo novo as portas abriu
Eu te amo , foi dizer abre te sesamo
E o sol desabrochou
Um pais novo
Baixo um celeste céu límpido
Admirável mundo novo
Agora os dias são mais quentes
Porem o frio também mais intenso
Em que escuto as canções todas
Canções que sonhei a você
Os versos poemas e rimas
As cartas de amor e sofrimentos
E todos meus anos de espera
Não, não digas que eu minto
Não é um amor que reinvento!

Sós meu amor novo
Meu louco amor doce-tenso
As vezes as rimas se repetem
A voz, os olhos e quem toca o poema
Parece o mesmo, mas sou eu, ainda que o mesmo, mas sou ,graças a você, um outro

Obrigado meu amor
meu amor novo, meu amor de antes
meu amor tao antigo e que vejo tao agora...
Por todas canções
As novas melodias
Que me falte talvez trocar estrofes ainda
Por lembranças boas que me faz recordar
Você e minha esperança que não se foi ao oceano
Começo aqui
Com novo rosto e nome,
Com feridas a cicatrizar e novos desafios
uma nova vida
viva este trágico e real, o esperado novo mundo
que dedico a voce que se tornou minha familia...

No hay comentarios.: