1 may. 2009

Musicopoesia

-----------------------------------------------------------------------------

Se é possivel musicar com poesia, segue um rock dos Engenheiros numa mescla indizivel de um sonetinho rapido de uma manhã bêbada.
A Tv esta sempre fora do ar, restou a parabolica, sera que sintoniza em alguma estação?

Rumo a Strawberry Fields.
-----------------------------------------------------------------------------
Leio-te.Desde o pranto que teus olhos não permitem
Teu cabelo ,o aroma delicado ,
Sua voz, o timbre prazenteiro,
Do seu primeiro olhar, o primeiro
Sorriso, como neste poema verdadeiro,
Tudo ate suas notas de tristezas que da vida se desenrola.

Anima-te .E do passado não precisa voltá-lo, tampouco esquecê-lo
Porque enquanto leio-te e mais páginas folheio,
Tudo do livro sinto o que emana
E mais vejo aquele vulto que cuido vê-la, ao lado
Lendo comigo a bela página tua que leio.
נחמיה יצחק

--------------------------
Ela pára
E fica ali parada
Olha-se para nada
(paraná)
Fica parecida
(paraguaia)
Pára-raios em dia de sol
Para mim
Prenda minha parabólica
Princesinha parabólica
O pecado mora ao lado
E o paraíso... paira no ar

... pecados ,nu ,paraíso ...

Se a tv estiver fora do ar
Quando passarem
Os melhores momentos da sua vida
Pela janela alguém estará
De olho em você
Completamente paranóico
Prenda minha parabólica
Princesinha clarabólica
Paralelas que se cruzam
Em belém do pará
Longe, longe, longe (aqui do lado)
(paradoxo: nada nos separa)

Eu paro
E fico aqui parado
Olho-me para longe
A distância não separabólica

1 comentario:

Iolita Costa dijo...

adorei!!!!