14 may. 2009

Em memória a uma mãe.(Parte I)

Para Semprede Carlos Drummond de Andrade
Em memoria de Geny Aguiar.14/5/04

Por que D'us permite que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,veludo escondido
na pele enrugada,água pura, ar puro,puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.

Mãe, na sua graça,é eternidade.
Por que D'us se lembra
- mistério profundo,de tirá-la um dia?

Fosse eu Rei do Mundo,baixava uma lei:
Mãe, não morre nunca,Mãe ficará sempre
Junto de seu filho
E ele, velho embora,será pequenino
feito grão de milho.
-------------------------------
"Mas quem se importa?
Ninguém se importa
Fazem de conta
Querem o seu melhor

Se disser não da mais
Será que eu escuto ou só finjo escutar?
Mas se quiser me acertar
Será que eu pulo ou só paro pra olhar?

Mas não fique assim ,eu falei demais
Ah, se eu pudesse eu tentaria mudar
Se quiser ,me acertar
A hora é essa eu não vou revidar...

Porque ninguém se importa
Ninguém se importa

Fazem de conta
Só querem o seu melhor..."
-----------------------------------------------
Ouçam esta canção Mother-The Beatles

"Mother, you had me, but I never had you
I wanted you, you didn't want me
So I, I just got to tell you
Goodbye, goodbye
Father, you left me, but I never left you
I needed you, you didn't need me
So I, I just got to tell you
Goodbye, goodbye
Children, don't do what I have done
I couldn't walk and I tried to run
So I, I just got to tell you
Goodbye, goodbye
Mama don't go
Daddy come home"
---------------------------------------
Composição: Vander Lee

Sabe o que eu queria agora, meu bem...?
Sair chegar lá fora e encontrar alguém
Que não me dissesse nada
Não me perguntasse nada também
Que me oferecesse um colo ou um ombro
Onde eu desaguasse todo desengano
Mas a vida anda louca
As pessoas andam tristes
Meus amigos são amigos de ninguém.

Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?
Morar no interior do meu interior
Pra entender porque se agridem
Se empurram pro abismo
Se debatem, se combatem sem saber

Meu amor...
Deixa eu chorar até cansar
Me leve pra qualquer lugar
Aonde Deus possa me ouvir

Minha dor...
Eu não consigo compreender
Eu quero algo pra beber
Me deixe aqui pode sair.
Adeus...

No hay comentarios.: