16 nov. 2008

Noites sem fim

Noites
sem fim
Eu me desespero assistindo ao seu fim

Lua
Quem me assiste assim tão down
Será que nunca mais vou ver a luz do sol,
Um novo dia

Se a escuridão dessa noite
A escuridão desta noite não me levar em nada
Não me levar em nada
E nem para lugar nenhum

Sonhos
Em cada esquina e procuram
Desejo por partes futuras
Espelhos da minha sorte
Meu medo da morte

Se a escuridão dessa noite
Não me levar em nada
Não me levar em nada
Nem pra lugar nenhum...

Noites
sem fim
Eu me desespero assistindo seu fim

Lua
Quem me assiste assim tão down
Será que nunca mais vou ver a luz do sol,
Um novo dia

Se a escuridão dessa noite
Não me levar em nada
Não me levar em nada
E nem para lugar nenhum

Não me levar em nada
Noites sem fim


Noites sem fim

No hay comentarios.: