6 mar. 2009

CONIB EXIGE MAIS SEGURANÇA PARA A COMUNIDADE JUDAICA VENEZUELANA

Vidas Marranas:Compósito subterfúgio de observação do mundo.Hasbará,Recordações e Narrativas do que fez-se em esquecimento!Alguma verdade ainda existe em porões do silêncio,câmaras soturnas nos quais não passou a Grande História.Bem vindos.

"Recorda os dias do passado,lembra-os de geração em geração".Devarim


Em menos de um mês, a comunidade judaica da Venezuela foi alvo de dois bárbaros ataques, numa sequência que evidencia as precárias condições de segurança oferecidas pelas autoridades venezuelanas e que faz aumentar nossa preocupação em relação ao avanço do antissemitismo no país vizinho. Em janeiro, um bando invadiu uma sinagoga. Na última quinta-feira, uma bomba explodiu em frente a um centro comunitário, provocando crescente preocupação com os rumos da situação política e social na Venezuela.

Nos últimos anos, a América Latina conseguiu finalmente embarcar no caminho da democratização que, esperamos, seja irreversível. Mas o futuro da democracia em nossa região depende dos esforços da sociedade civil e do compromisso de seus governantes de garantir o respeito às leis e à ordem democrática.

Lembramos mais uma vez que o presidente Hugo Chávez assinou em dezembro uma declaração conjunta com seus colegas Luiz Inácio Lula da Silva e Cristina Kirchner, comprometendo-se a combater diferentes formas de discriminação, entre elas o antissemitismo.
Manifestamos nossa solidariedade irrestrita à comunidade judaica venezuelana.

Manifestamos também nossa preocupação a autoridades brasileiras que acompanham de perto a realidade venezuelana. E externamos nossa esperança de que a democracia vai prevalecer em nosso continente, com a garantia de liberdade religiosa e de respeito aos direitos das minorias, alguns dos ingredientes fundamentais para a construção de uma sociedade livre e justa.

Claudio Luiz Lottenberg
Presidente da CONIB

1 comentario:

Anónimo dijo...

na Venezuela acontece algo monstruoso- o jogo contra Chavez..E irmaozinho cuidado com o uso destas palavras ai...voce esta correto em defender o seu povo, claro, mas nao pode acusar o governo,porque malucos existem , estes nazistas...aqui, la, ate mesmo em israel como eu li em uma artigo.

Abraçao saudaçoes companheiro!

Patrick