18 oct. 2009

A triste realidade da Educaçao na provincia/Estado do Rio de Janeiro

Carta Aberta a População Carta aberta a população do Estado do Rio de JaneiroVista a camisa da Educação!


Professores servidores do Estado do Rio de Janeiro, escreveram esta carta aberta à população do Rio de Janeiro para mostrar aquilo que realmente envolve a questão a incorporação da gratificação chamada Nova Escola e a diminuição do nosso plano de carreira. A princípio, não foi dito o valor do salário do professor estadual, que é de apenas R$ 607,26. (cerca de 340 dólares ou 1200 pesos argentinos em uma cidade e provincia de alto custo de vida e que com a especulaçao devido ao Rio2016 ja faz os preços de habitação ainda mais aumentarem!)


"A população deve imaginar que recebemos alguma ajuda extra, como vale transporte, vale refeição, que qualquer empresa é obrigada a pagar a seu funcionário. Porém, não é isso o que acontece: não recebemos estes benefícios que são direitos de todo o trabalhador e ainda temos o desconto previdenciário de 11%, recebendo um salário líquido de aproximadamente R$ 540,00 (Menos que 300 dólares!!!) "


O Governo faz propagandas na televisão dizendo que deu laptops para todo professor, mas na verdade, estes laptops foram adquiridos pelo sistema de comodato, ou seja, estes equipamentos são emprestados pelo governo que, quando bem entender, pode pedir os mesmos de volta. Atualmente, observamos a climatização das salas de aula, onde o Governo aluga os aparelhos e ainda terá um consumo absurdo de energia elétrica, gerando consumo de energia bastante elevado. A incorporação do Nova Escola se dará até 2015, em 7 parcelas. O governador já se considera reeleito.


Existem casos de professores que receberão, no ano que vem, segundo este projeto, um aumento de R$ 2,47! Isso mesmo, talvez não dê para pagar uma passagem com o valor deste aumento em 2010. Um outro ponto é o grande número de pedidos de exoneração de professores, estima-se que seja aproximadamente 30 por dia! Não existem condições de trabalho e isso nos incomoda. Contudo, o que mais nos deixa indignados, é a carta compromisso enviada aos nossos lares onde o mesmo governador empenha sua palavra e agora se esquece de tudo aquilo que prometeu. As promessas são:


Promessa 1- Reposição das perdas dos últimos 10 anos. Resultado- Reajuste de 4% e mais 8% de uma perda de mais de 70%.
Promessa 2- Manutenção do atual plano de carreira e inclusão dos professores de 40h. Resultado- Não só manteve o professor 40h de fora do plano como diminuiu as diferenças entre níveis de 12% para 7,5%.

Promessa 3- Fim da política da gratificação Nova Escola e incorporação do valor da gratificação ao piso salarial. Resultado- Esqueceu de avisar que seria em 7 anos e sem reposição da inflação.
Promessa 4- "A secretaria de Estado de Educação do meu governo terá como titular pessoa com histórico na área de educação e vínculos com o magistério." Resultado- A atual titular da pasta é da área de computação, burocrata sem passagem pelo magistério. Não somos ouvidos, e ainda vemos a imprensa nos virar as costas e distorcer a situação real. Somos pais e mães de família, que fizeram um curso superior, na esperança de um futuro melhor.


Contamos com a compreensão e a colaboração da população do Estado do Rio de Janeiro. Vista a camisa da Educação, você pode não ser professor, seu filho e sua família podem não precisar da Educação Pública, mas a nossa sociedade só vai melhorar com Educação Pública de qualidade
Faça a sua parte, essa será uma verdadeira mudança na história da Educação no Estado do Rio de Janeiro, porém precisamos adequar a verdadeira realidade do magistério Estadual. Mande para os seus contatos e vamos mostrar a nossa força!!!"


Agradecemos imensamente a atenção Professores do Estado do Rio de Janeiro

1 comentario:

Pequenas idéias dijo...

Fiz um comentário lá no seu post sobre o Ganymedes. Mas, peço licença para falar mais aqui. Muito bom ler quem partilha de nossos gostos.
Quando viajei à Ouro Preto, "A Ladeira da Saudade", livro indispensável em minha adolescência, foi comigo em minha mala, junto com as liras do "Marilia de Dirceu", para que respirassem comigo os ares das calçadas de pedra sabão que inspiraram o querido Ganymedés.
Só faço uma ressalva para seu resumo da história, mas se não me confundo, Lília é a moça rica, que vem de Campinas e Dirceu é o rapaz mulato, das artes, de Ouro Preto.
Gostei do seu blog, confesso que você escreve de modo complexo, mas muito interessante. É muito bacana ver sua "devoção"(perdoe se a palavra for imprópria) ao judaísmo.
Espero que tenha sarado do que na infância te fazia ir ao médico.
Bom, para um segundo coment, acho que já está bom.
Um abraço!